Por: Equipe NetFighter | 12 de fevereiro de 2017

0.

Germanie De Randaime vibra ao ser anunciada como campeã do UFC. Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

*Por Guilherme Cosenza

O UFC 208 marcou história. A noite trouxe uma nova etapa para as mulheres dentro do evento com a abertura de mais uma categoria, o peso pena feminino. Contudo, o UFC 208 teve um gostinho especial para os brasileiros que puderam ver as mãos de três dos melhores lutadores tupiniquins sendo estendidas para o alto no card principal.

Na primeira luta da nova categoria, a ex campeã peso galo, Holly Holm enfrentou a holandesa Germanie De Randaime. Porém, a lutadora que destronou Ronda Rousey, não conseguiu conquistar o cinturão. Em uma luta de trocação pura, as duas lutadoras mostraram que a categoria vai ferver. Holm acertou bons chutes e conectou alguns golpes, porém a falta de intimidade com o jogo de chão mais uma vez foi notada na luta, a americana tentou por algumas vezes levar a luta para o solo, mas totalmente em vão, enquanto a holandesa passou a crescer cada vez mais na luta conectando bons golpes com o cotovelo e o joelho. No final, os juízes decidiram dar a vitória para Randaime, que se tornou a primeira campeã pena do UFC.

Sem ver a vitória oficialmente desde o UFC Rio 3, Anderson Silva enfrentou Derek Brunson no co-evento da noite em uma luta onde o brasileiro se mostrou mais centrado e lutando com toda seriedade, diferente de sua antiga performance. Cauteloso, Anderson evitou as quedas e levou a luta até a decisão dos juízes que deram a vitória ao brasileiro por decisão unânime.

Outro brasileiro que fez, mais uma vez, bonito e mostrou que já está mais do que na hora de tentar o cinturão, foi Ronaldo Jacaré que enfrentou Tim Boestch na única luta que não foi decidida pelos juízes. Ronaldo mostrou muita categoria durante toda a luta e trouxe a vitória através de sua especialidade, a arte suave, após encaixar uma kimura em Tim que não pode fazer nada além de desistir do combate.

Primeiro brasileiro a se apresentar no card principal, o brasileiro Glover Teixera venceu Jared Cannonier usando toda sua estratégia no combate surpreendendo o adversário e mantendo ele dentro de seu jogo. Glover aproveitou as brechas do americano, levou a luta para o solo e quase encaixou a guilhotina. O americano ainda tentou responder a altura, mas Glover mostrou porque é terceiro lutador dos pesos meio-pesados do UFC e levou a vitória para casa.

Deixe seu comentário!