Por: Alan Oliveira | 13 de dezembro de 2016

0.

No último evento do ano, guianês domina promessa Wellington Turman na luta principal e vence na decisão dos juízes; em virada incrível Baraka finaliza ex-UFC Vinicius Vina

Foi a 10ª vitória na carreira do guianês radicado no Rio de Janeiro (Foto: Marcio Valle/Primeiro Round)

Emoção não faltou na noite do último sábado, dia 10 de dezembro, no ginásio do Círculo Militar, em Curitiba. O card do Imortal FC 6 ‘The Judgement Day’ fez jus às expectativas com grandes duelos e reviravoltas. Na luta principal da noite, o guianês radicado no Rio de Janeiro Carlston Harris não teve problemas para vencer a promessa paranaense Wellington Turman por unanimidade, na categoria até 77kg. Outro destaque foi o peso-pena (até 66kg) Rafael Baraka, que surpreendeu o ex-UFC Vinicius Vina com uma bela finalização após estar em apuros no combate. No duelo feminino entre Vanessa Guimarães e Liana Pirosin, melhor para Liana, que venceu por unanimidade na centésima luta na história do evento.

Carlton Harris domina Turman e vence com tranquilidade

A luta principal do Imortal FC 6 colocou frente a frente dois lutadores em momentos distintos da carreira. Enquanto o experiente Carlston Harris liderava o card de mais um evento no Brasil, Wellington Turman, de apenas 20 anos, buscava sua chance em cima de um atleta reconhecido. O duelo até começou equilibrado, mas Moçambique se aproveitou da maior envergadura e mostrou todo seu poder de fogo na luta-livre, especialidade da academia RFT, onde treina. Mesmo com Turman buscando a trocação e tentando forçar as quedas, Carlston se defendia bem, lutando de forma inteligente e pressionando o tempo todo. Assim, ao final dos três rounds, vitória clara por decisão unânime a favor de Harris.

“Quero a agradecer a todos que me ajudam diariamente, em primeiro lugar ao meu mestre Márcio Cromado, os companheiros de treino e o pessoal da Nobre Arte, que me ajuda na parte de boxe. E gostaria de mandar um recado ao Wellington também. Não abaixe a cabeça, você é jovem, tem potencial e muita estrada pela frente”, disse Carlston, em uma bela demonstração de esportividade.

Baraka supera Vina em virada espetacular; Pirosin também triunfa

A co-luta mais importante do show foi marcada por uma grande virada. Vinicius Vina e Rafael Baraka fizeram um combate cercado de expectativas e não decepcionaram o público presente. Depois de um início equilibrado, o ex-UFC tomou as rédeas do combate, pressionando Baraka durante toda a segunda metade do primeiro round até conseguir um lindo knockdown, que levou o oponente à lona. Mas engana-se quem pensa que o paranaense se entregou. Após resistir aos duros golpes de Vina, ele conseguiu aplicar uma justa chave de panturrilha para finalizar o duelo, surpreendendo a todos os presentes no ginásio. Esta foi a quinta vitória consecutiva de Baraka.

Já as compatriotas Liana Pirosin e Vanessa Guimarães protagonizaram a centésima luta da história do Imortal FC e não deixaram a desejar. Velhas conhecidas dos tempos de XFC, as duas iniciaram o duelo apostando na luta agarrada. Vanessa começou melhor, pressionando a adversária na grade durante todo o primeiro assalto. Porém, nos rounds derradeiros Liana inverteu o jogo. Com boas quedas e muita pressão no ground and pound, ela levou os dois assaltos restantes com certa facilidade, sagrando-se vencedora na decisão unânime dos juízes. Liana engatou sua quarta vitória na carreira.

O card principal do Imortal FC 6 contou com outros quatro duelos. Magnum Max, que levantou o público ao entrar no cage portando uma máscara do filme ‘Jogos Mortais’, protagonizou uma dura batalha com Luiz Bernardi, que acabou em empate majoritário dos juízes laterais. Já Antonio Paulo Nego e Marcos Pirata foram mais eficazes e venceram seus duelos contra Rafael Bueno e Cleiton Caetano, respectivamente, por unanimidade. Na luta que abriu o card principal, Sergio Barbosa não teve problemas para vencer Gustavo Wurlitzer com uma bela chave de braço ainda no round inicial.

Imortal FC 6 – Resultados oficiais

Card principal

Carlston Harris venceu Wellington Turman por decisão unânime
Rafael Baraka finalizou Marcos Vinícius Vina com uma chave de panturrilha aos 3min e 14seg do primeiro round
Magnum Max Lima vs. Luiz Bernardi terminou em empate majoritário
Liana Pirosin venceu Vanessa Guimarães por decisão unânime
Antônio Paulo Nego venceu Rafael Bueno por decisão unânime
Marco Pirata venceu Cleiton Caetano por decisão unânime
Sergio Barbosa finalizou Gustavo Wurlitzer com uma chave de braço aos 4min e 44seg do primeiro round

Superlutas

Petros Cabelinho venceu Fabricio Zacarias por decisão unânime
Diego Santos venceu Laertes de Paula por interrupção médica aos 5min do primeiro round
Arivaldo Carniça finalizou Diego Silvério com uma guilhotina aos 3min 47seg do terceiro round
Jardel Evangelista finalizou Christopher Camargo com uma chave de braço aos 4min e 24seg do primeiro round
Paulo Macedo venceu Ewerton Seu Boneco por decisão unânime
AndreTyson venceu Thiago Frasson por nocaute técnico aos 4min e 21seg do primeiro round
Deise Lee vs Vitoria Ferreira terminou em empate dividido
Marcos Dhalsin venceu Alan Silverio por decisão unânime
Nathan Oliveira venceu Felipe Alves por nocaute aos 34seg do primeiro round
João Alicate finalizou Genilson Lacerda com um mata-leão aos 4min e 20seg do primeiro round

 

Deixe seu comentário!