Por: Equipe NetFighter | 18 de agosto de 2017

0.

*por Sabrina Santos

A oitava edição do Brave Combat Federation aconteceu sábado (13), na cidade de Curitiba com combates nacionais e internacionais e contou com a presença de ícones do mundo da luta, como Wanderlei Silva e Frankie Edgar, que comentou ao vivo o evento. Estiveram presentes também vários lutadores do Ultimate Fighting Championship (UFC) como Elizeu Capoeira, Felipe Silva, John Lineker e Serginho Moraes.

Em um dos principais combates da noite, o guianês Carlston Harris conquistou o cinturão peso meio-médio ao vencer o inglês Carl Booth por decisão unânime dos juízes laterais. Em entrevista ao NetFighter, o “Moçambique” comemorou a vitória, mas reconheceu que precisa melhorar: “Essa luta foi uma oportunidade que caiu do céu. Eu queria fazer mais, mas não treinei pra lutar 5 rounds. Consegui anular o jogo dele e deu certo“.

“Agora eu sou alvo de todo mundo, todos querem arrancar a minha cabeça. Preciso treinar mais, e esperar o pior”

Luan Miau, que até então possuía 9 das 11 vitórias de seu cartel por nocaute, com 5 delas nos dois primeiros minutos, tomou um susto logo no início do combate, sofrendo um knockdown ainda no primeiro minuto. O atleta da CM System se recuperou e venceu mais uma por nocaute aos 4 minutos do primeiro round e exaltou seu oponente: “Vou elogiar o Igor (Soares), ele foi sensacional, aceitou a luta com 3 dias apenas, aceitou meu jogo, me surpreendeu. Essa luta me deu um toque de realidade. Só quando eu tomei um down que eu acordei pra lutar“.

“Mais uma luta no primeiro round. Não foi em 2 minutos como eu imaginei, mas agora vou colocar 30 segundos pra ver se chega só a 1 minuto”.

 

Confira abaixo os resultados completos do Brave 8

Card Principal

Leve: Killys Mota venceu Alan Moziel por decisão unânime.

Médio: Christiano Frolich venceu Edilberto Crocotá por nocaute técnico no primeiro round, quando seu oponente teve o protetor arrancado da boca com um golpe e levantou os braços em sinal de desistência e o árbitro parou a luta.

Leve: Luan “Miau” Santiago venceu Igor Soares por nocaute no primeiro round, mantendo a sua invencibilidade por nocaute no primeiro round.

No terceiro combate do card principal do Brave 8, Luan Miau venceu por nocaute Igor Soares no primeiro round.

Uma publicação compartilhada por NetFighter (@netfighter_oficial) em

Meio-Médio: o guianês Carlston Harris, o “Moçambique”, venceu o inglês Carl Booth por decisão unânime, conquistando o cinturão da categoria.

Meio-Pesado: o brasileiro Klidson Abreu venceu o alemão Timo Feuch por finalização aos 3:59 do segundo round, conquistando o cinturão da categoria meio-pesado.

 

Card Preliminar

Amador: Matheus Correia venceu Alison Martins por decisão unânime.

Meio-Médio: Luciano Contini venceu Diego Gasparetto por decisão unânime.

Galo: Shyudi Yamauchi venceu Werlleson Martins por finalização, no mata leão aos 3:33 do primeiro round.

Meio-Médio: Eduardo “Camelo” Ramon venceu Rogério Santos por finalização, no arm lock no segundo round.

Meio-Médio: Wellington Turman venceu Sérgio de Fátima por finalização, no triângulo no primeiro round.

Mosca: Marcel Adur venceu Ervani Melônio por nocaute técnico.

Galo: o filipino Jeremy Pacatiw venceu o brasileiro Thiago Dela Colet por nocaute no segundo round.

Meio-Pesado: Johnny Walker venceu Rodrigo Santos por nocaute técnico quando derrubou seu oponente que caiu com o rosto no chão do octógono e o árbitro central parou a luta.

 

 

Deixe seu comentário!